Partida de futebol que terminou em 79 a 0 é investigada na Nigéria

Torcida de futebol - Foto: AFP
Image caption O futebol que desperta paixões também é suscetível a escândalos na Nigéria

Tratam-se de dois "festivais" de gols, dificilmente vistos antes: 79 a 0 e 67 a 0.

Estes dois placares produziram um escândalo "assustador" no futebol da Nigéria, como afirmou o presidente da Federação de Futebol da Nigéria, Muke Umeh.

A história é a seguinte: duas equipes que estavam fora das ligas oficiais tentavam entrar na divisão mais baixa. Para eles, o resultado era de vida ou morte.

Afinal, quem ganhasse o jogo estaria com um pé no futebol "real".

A situação não permitia correr riscos. E foi assim que a equipe Plateau United Feeders esmagou o Akurba FC por uma diferença de 79 gols, enquanto o Police Machine FC demoliu o rival Bubayaro FC por 67 a 0.

A média de gols foi de um a cada 68 segundos em um jogo, e um a cada 80 segundos no outro. Embora o verdadeiro enxame de gols tenha ocorrido no segundo tempo: o Plauteau marcou "apenas" sete vezes nos primeiros 45 minutos, e o Police Machine, seis vezes.

Para os amantes de estatísticas, isso significa que na segunda etapa de jogo o Plauteau marcou um gol a cada 37,5 segundos e o Police Machine fez um a cada 43,5 segundos.

Suspenso

Assim, o Plateau United Feeders conquistou seu lugar na Liga Nacional de Futebol... Mas não sem a ajuda do Akurba FC, que não ofereceu maior resistência. Já o Police Machine FC não conseguiu cristalizar seu objetivo...apesar da "boa vontade" do Bubayaro FC.

Mas a realidade é que as quatro equipes foram suspensas por tempo indeterminado e estão sob investigação. A suspeita é de que os resultados foram manipulados.

"Vamos investigar a fundo", prometeu Muke Umeh, da Federação de Futebol.

Enquanto isso, o diretor de competições da federação, Mohammed Sanusi, disse que a comissão organizadora vai impor sanções a pessoas e instituições envolvidas no caso.

"As equipes, jogadores e funcionários, o técnico e qualquer pessoa que tenha tido um papel significativo neste caso será penalizado", disse ele.

Image caption Osa jogadores das equipes envolvidas estão longe da seleção nigeriana, afinal, estão suspensos

No entanto, as partidas da Nigéria não quebraram o recorde mundial de maior saldo de gols na história do futebol profissional.

Essa façanha "pertence" ao AS Adema, em um jogo do campeonato de Madagascar contra o Emyrne l'OS, em 2002.

O Adema ganhou por 149 a zero. Literalmente sem levantar um dedo - ou um pé: o l'Emyrme OS fez gols contra, em protesto contra decisões anteriores da arbitragem que frustraram as esperanças da equipe de conquistar o título.

Os jogadores do Adema tornaram-se passivos e testemunhas um tanto perplexas de sua própria vitória, que resultou na suspensão de vários jogadores e o treinador da equipe adversária.

Na Escócia

O recorde anterior, que remonta a 1885, quando as equipes da Liga Escocesa Arbroath e Bon Accord se enfrentaram, era de 36 a 0.

Diferentemente dos casos anteriores, desta vez as duas equipas queriam ganhar. Mas era uma época em que qualquer um poderia competir na liga principal escocesa, que não era muito competitiva.

"O jogo era entre uma equipe estabelecida, o Arbroath, contra um punhado de jovens trabalhadores de uma equipe sem do norte. O resultado foi verdadeiro e rápido, mas, no entanto, foi inesperado", segundo a descrição da publicação New Scotman.

Na verdade, houve mais gols (do Abroath), mas não foram reconhecidos pelo árbitro.

E um detalhe nada teve a ver com protesto: diz-se que o goleiro da equipe vencedora não tocou na bola e passou boa parte do jogo entediado, à sombra de uma árvore.

Notícias relacionadas