A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Filme sobre 'tornado de tubarões' é sucesso inesperado nos EUA

  • 4 agosto 2013

Um enorme tornado suga o oceano com centenas de tubarões famintos que ameaçam devorar tudo em sua passagem pela cidade de Los Angeles.

Esse é o argumento delirante do filme Sharknado, que após estrear na TV americana há algumas semanas, causou furor nas redes sociais ─ e estreou nesse fim de semana nos cinemas do país.

O sucesso do filme de baixo orçamento, que os críticos classificam de "B" por causa da trama nonsense e efeitos especiais de qualidade duvidosa, surpreendeu a todos em Hollywood.

Quando foi exibida pela primeira vez, no dia 11 de julho, no cabal a cabo Syfy ─ especializado em filmes de terror e ficção científica ─, Sharknado (jogo de palavras em inglês que mistura "tubarão" com "tornado") teve mais de 400 mil citações no Twitter.

O filme teve uma audiência inicial modesta de 1,4 milhão de pessoas, mas chegou a 2 milhões de espectadores nas exibições seguintes.

Desde então, Sharknado deu origens a piadas em comunidades de internet e ganhou o troféu e "sensação da internet", no prêmio Young Hollywood Awards.

O filme é protagonizado por Ian Ziering, da série adolescrente dos anos 90 Barrados no Baile e pela atriz Tara Reid, que apareceu na comédia American Pie, de 1999.

Surpresa

Querendo tirar proveito do fenômeno, o filme será exibido em 200 cinemas americanos e pode chegar a outros países. O canal Syfy já anunciou uma segunda parte, em que a ação se passará em Nova York.

Outros produtos relacionados ao filme, como camisetas, bonés, guarda-chuvas e fantasias também devem chegar a lojas americanas em breve.

Image caption Após sucesso na TV, atores de Sharknado foram a estreia nos cinemas

"As pessoas ficaram fascinadas pelo título e pelo argumento do filme. É um filme B e seus criadores estão totalmente conscientes disso", disse Michael O'Connell, jornalista da revista The Hollywood Reporter, à BBC.

"O filme teve a sorte de criar furor no Twitter, onde às vezes o que não é notícia vira notícia. Ninguém podia esperar que um mês depois que estreasse na televisão continuaríamos falando dela."

Segundo O'Connell, "é preciso ver se funciona no cinema tão bem como na televisão, já que os espectadores terão que pagar US$ 12 (R$ 27,50) para vê-la e investir duas horas de suas vidas".

O sucesso de Sharknado também surpreendeu a produtora do filme, The Asylum ─ especializada em filmes de fantasia de baixo orçamento ─, assim como ao diretor do filme, Anthony C. Ferrante.

"É um filme pequeno e esquisito. Pensamos que pouca gente gostaria e de repente todos ficaram loucos por ela. Nunca pensamos que algo assim aconteceria", disse Ferrante à BBC.

"O título e o trailer do filme geraram interesse e o resto foi inesperado. Isso é bonito. A pessoa trabalha duro a vida inteira e de repente acontece algo assim."

A depender de seu desempenho no cinema, Sharknado pode alcançar em breve o status de filme cult.

De qualquer forma, o filme já dá frutos. Anthony Ferrante afirma que novos projetos "que nunca imaginou" estão chegando às suas mãos.