Luz refletida por arranha-céu de Londres derrete parte de carro de luxo

Jaguar derretido. Foto: BBC
Image caption Partes do Jaguar estacionado perto do arranha-céu ficaram derretidas

Um novo arranha-céu de Londres teria sido o responsável por derreter partes de um carro de luxo com o calor gerado pelo sol refletido em suas janelas.

O empresário Martin Lindsay estacionou seu Jaguar na rua Eastcheap, na City londrina, na tarde de quinta-feira. Ao voltar, ele achou partes de seu carro – incluindo a logomarca do carro e o espelho retrovisor – derretidos.

Lindsay disse que "não conseguia acreditar no que estava vendo". Os donos do prédio pediram desculpas e prometeram pagar pelo reparo aos danos, estimados em 946 libras (quase R$ 3,5 mil).

O arranha-céu de 37 andares no endereço 20 Fenchurch Street é conhecido na cidade como "Walkie Talkie", devido ao seu formato peculiar. O prédio ainda está em construção.

"Eu estava andando pela rua quando vi um fotógrafo tirando fotos, e perguntei: 'O que está acontecendo?'", conta Lindsay.

"O fotógrafo respondeu: 'Você viu aquele carro? O dono não vai ficar nada feliz'."

Lindsay disse que ficou indignado não só com o dano a seu carro mas com a possibilidade de algo mais grave acontecer.

"Isso pode ser perigoso. Imagine se o sol é refletido em uma parte frágil do corpo."

Os donos do prédio deixaram um bilhete no para-brisa do carro, pedindo para o dono entrar em contato com eles.

Image caption Prédio em 20 Fenchurch Street é conhecido como 'walkie talkie' devido ao seu formato

As empresas Land Securities e Canary Whark divulgaram uma nota oficial sobre o episódio.

"Estamos cientes de preocupações com a luz refletida pelo prédio de 20 Fenchurch Street e estamos investigando o caso", afirma a nota.

"Como medida de precaução, a City londrina concordou em suspender o estacionamento em três vagas na região que podem ser afetadas, enquanto investigamos a situação mais a fundo."

Notícias relacionadas