Barco com mais de 200 migrantes naufraga na costa de Lampedusa

Náufragos em bote salva-vidas (foto: AP)
Image caption Segundo grande naufrágio em dias ocorre próximo à ilha de Lampedusa.

Ao menos 27 pessoas morreram no naufrágio de um barco com mais de 200 migrantes nesta sexta-feira na costa da ilha italiana de Lampedusa, informaram autoridades.

É a segunda tragédia do tipo nos últimos dias: um naufrágio próximo à ilha resultou na morte de ao menos 319 migrantes africanos, sobretudo somalis e eritreus, na semana passada. Outros 155 foram resgatados na água.

Embarcações italianas e maltesas estão fazendo o resgate, com o auxílio de helicópteros.

Acredita-se que ao menos 203 pessoas tenham sido salvas, mas já há relatos de dezenas de corpos sendo avistados nas águas.

Autoridades suspeitam que o barco teve problemas pouco antes do início da noite.

Ao avistar uma aeronave, os passageiros teriam se concentrado em um dos lados da embarcação tentando chamar a atenção do piloto. A ação teria feito o barco virar, lançando diversas vítimas ao mar.

Questão migratória

Image caption Costa de Lampedusa já havia sido palco de tragédia semelhante na semana passada

Segundo a guarda costeira italiana e autoridades de Malta, o barco com migrantes naufragou a 120 km da ilha de Lampedusa. A nacionalidade das pessoas a bordo ainda não foi informada.

Lampedusa, que fica a 290 km de distância da costa da África, é uma porta de entrada dos migrantes do continente que buscam refúgio na Europa.

Muitos dos habitantes da ilha se queixam que as autoridades italianas - bem como as europeias - não têm conseguido lidar com o grande fluxo de migrantes que desembarcam no local.

Notícias relacionadas