Cercada de polêmica, Miley Cyrus chega ao topo de paradas

  • 14 outubro 2013
Miley Cyrus em apresentação polêmica na MTV. Foto: Reuters
Image caption Apresentação na MTV rendeu mais uma polêmica a Miley Cyrus

A cantora pop americana Miley Cyrus alcançou no fim de semana o topo das paradas britânicas, pouco tempo depois de ter provocado polêmica com a apresentação no Video Music Awards e com um videoclipe no qual aparece nua, em poses sensuais picantes.

No domingo, ela se tornou a primeira artista este ano a alcançar o número um nas listas de discos e singles mais vendidos na semana.

Seu single "Wrecking Ball" (cuja música é o tema do polêmico videoclipe) ficou à frente de "Bezerk", do rapper americano Eminem.

Já o disco de Cyrus, "Bangerz", superou em vendas o "Brand New Machine", do grupo britânico de música eletrônica Chase & Status.

A última vez que um artista havia conseguido estes dois topos de parada foi em dezembro passado, com o disco e single novo do cantor britânico Olly Murs.

Polêmicas

Cyrus dominou não só as paradas como também as manchetes de diversos noticiários graças à sua performance tanto no videoclipe de "Wrecking Ball" quanto na premiação Video Music Awards, do canal de televisão MTV, em agosto.

"No fim do dia, eu quero mesmo é que as pessoas comprem meus discos. Quanto mais ficarem pensando 'o que diabos ela está fazendo', mais elas vão querer ouvir minhas músicas", disse Cyrus na semana passada ao site Hunger TV.

A estrela pop americana – que foi alçada à fama graças ao seriado infantojuvenil Hannah Montana, da Disney – também se envolveu em uma polêmica com a cantora irlandesa Sinead O'Connor.

Cyrus havia dito que uma das suas inspirações para o vídeo de "Wrecking Ball" foi o clipe "Nothing Compares 2 U", de O'Connor. A semelhança é no visual adotado por Cyrus e O'Connor – ambas aparecem cantando e chorando de frente para a câmera.

No entanto, em "Wrecking Ball", a cantora americana também aparece em poses sensuais - pendurada nua em uma bola de demolição e lambendo um martelo.

A comparação levou a irlandesa a escrever uma carta aberta criticando e aconselhando Cyrus, que respondeu com duras palavras.

"Wrecking Ball" é o segundo hit de Cyrus a alcançar o topo da parada britânica de singles. Ela já havia feito isso com "We Can't Stop", que foi sucesso durante o verão europeu.

Notícias relacionadas