A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Supertufão atinge Filipinas com ventos de mais de 300 km/h

  • 8 novembro 2013

Um dos mais poderosos tufões já registrados atingiu nesta sexta-feira as Filipinas com ventos que chegaram a mais de 300 quilômetros por hora, deixando para trás um rastro de destruição.

Ao menos três pessoas morreram.

Image caption Tufão Hayan provocou interrupção de transportes públicos e cortes de luz em várias partes do país

O temporal provocou deslizamentos de terra, deixou uma província inteira sem energia elétrica e interrompeu as comunicações na região central do país.

O tufão Haiyan atingiu o país pelo norte da província de Cebu, um destino turístico popular no país, antes de seguir para as ilhas de Leyte e Samar, formando ondas de até seis metros de altura e inundações.

Árvores foram derrubadas e muitas casas tiveram os telhados arrancados pelo vento.

Os serviços de ônibus e balsas foram interrompidos em grande parte do país, também obrigado a cancelar voos e fechar escolas.

Antes da chegada do tufão, muitos moradores foram retirados de cidades e vilarejos e levados para abrigos.

O Haiyan está se movendo com rapidez pelas Filipinas, mas deve poupar a capital, Manila.

Segundo os meteorologistas, ele se encaminha para o Mar do Sul China no fim de semana e pode até ganhar ainda mais força antes de atingir possivelmente o Vietnã ou a China.