Dificuldade para trocar lâmpadas deixa aeroporto de Londres 'às escuras'

Image caption 60% das lâmpadas do saguão de embarque do Terminal 5 do Heathrow estão queimadas

O terminal 5 do aeroporto de Heathrow em Londres ficou "às escuras" recentemente devido à dificuldade enfrentada por funcionários para trocar as milhares de lâmpadas do sagão de embarque. Para superar o problema, seus administradores devem contratar especialistas em escalada - que farão o trabalho pendurados em cordas.

O edifício do terminal, que já foi eleito o melhor do mundo, custou 4,5 bilhões de libras (cerca de R$ 15,5 bilhões), recebe 35 milhões de passageiros por ano e foi projetado por um dos mais célebres arquitetos da Grã-Bretanha.

Apesar de tudo isso, nenhuma de suas lâmpadas foi trocada desde que foi aberto em 2008. A razão é que os responsáveis pelo terminal esqueceram de um pequeno detalhe: uma maneira fácil e segura de trocar as milhares de lâmpadas de sua sala de embarque - que tem um altíssimo pé direito.

Um e-mail obtido pelo Exaro, um site investigativo de notícias, revela que as autoridades do aeroporto analisaram diversas possibilidades, como o uso de gruas e guindastes, mas que nenhuma era prática ou segura o suficiente. A opção escolhida foi contratar especialistas em escalada.

"A boa notícia é que o Heathrow encontrou uma maneira segura para trocar as lâmpadas", dizia o e-mail. "Uma empresa especializada em cordas amarradas nas alturas estará encarregada do projeto."

Lâmpadas LED

Segundo o e-mail, enviado aos funcionários do aeroporto pela chefe do serviço ao cliente do Heathrow, Vicki O'Brian, todas as lâmpadas serão trocadas em um período de quatro meses.

"Como muitos de vocês perceberam recentemente, o saguão de embarque tem ficado mais escuro que o normal à noite e nas primeiras horas da manhã", escreveu O'Brian.

"O motivo para essa falta de luz é que 60% das lâmpadas existentes no saguão queimaram, e até recentemente o Heathrow não tinha uma maneira viável de trocá-las."

O terminal abriga o maior sistema de iluminação controlada do mundo, com 120 mil luminárias e 2.600 sensores projetados para desligar as luzes quando não detectar movimento.

O objetivo agora é substituir as lâmpadas LED que deverão durar pelo menos cinco anos.

Um porta-voz de Heathrow disse ao Exaro:"A iluminação atual na sala de embarque do Terminal 5 está sendo substituída por lâmpadas LED que devem durar até cinco anos. Iluminação de contingência foi usada no saguão, enquanto uma solução viável e segura de substituir as luzes estava sendo acordada."

Ele se recusou a dizer quanto vai custar o projeto.

No ano passado passageiros elegeram o terminal 5 do Heathrow como o melhor do mundo, mesmo com todos os problemas que apresentou quando abriu em 2008.

Notícias relacionadas