Britânico viciado em promoções já ganhou iate, viagens e cavalo de corrida

Martin Dove em loja. Foto: BBC/reprodução de vídeo
Image caption Martin Dove ainda visita lojas e lê rótulos em busca de promoções e concursos

O professor aposentado Martin Dove é considerado uma lenda entre seus amigos, na cidade britânica de Scarborough. Ele é um "comper" – termo em inglês para pessoas que participam quase que de forma profissional de concursos e promoções.

Desde que começou a fazer isso, no início dos anos 1970, ele já ganhou valiosos prêmios, como um iate e um cavalo de corrida. A aliança que deu à sua esposa também foi ganha em uma competição.

O professor aposentado também já conheceu diversas cidades do mundo, como Amsterdã, Paris, Londres e Nova York – tudo patrocinado por marcas de produtos.

Dove é autor de livros com sugestões para aqueles que querem seguir a mesma "carreira".

Moda antiga

Ele ainda é um "comper" à moda antiga. Ao contrário da nova geração, ele não fica apenas vasculhando a internet em busca de promoções e concursos, e continua recorrendo a fontes mais tradicionais, como caixas de cereais e de salgadinhos.

"Hoje em dia é muito mais fácil entrar em concursos do que antigamente. Antes eu poderia passar duas semanas pensando em um slogan perfeito para ganhar um concurso, hoje em dia só é preciso clicar, clicar, clicar. Em 20 minutos é possível participar de 30 competições", disse Dove à BBC.

Mas a internet está mudando a rotina de "compers" à moda antiga como ele.

Image caption Professor aposentado ganhou até mesmo a aliança da esposa, Katy, em concurso

"Antes eu conseguia encontrar concursos em tudo que é lugar – padarias, farmácias, mercearias. Hoje em dia eles desapareceram desses lugares. A internet tomou conta das nossas vidas."

Outra coisa que mudou foi o formato das competições. Dove conta que antigamente elas exigiam algum tipo de técnica – geralmente criatividade para elaboração de slogans. Foi assim que ele conquistou a maioria de seus prêmios.

Com a internet, muitos prêmios são decididos por sorteio – já que o número de participantes aumentou muito.

"Em muitos concursos, a probabilidade de ganhar pode ser uma em um milhão."

Mas Dove mantém o otimismo, e revela que – para ganhar grandes prêmios – é preciso ter um espírito competitivo em todos os concursos, mesmo nos que oferecem brindes menores. O importante é estar constantemente aperfeiçoando suas técnicas.

Image caption Um dos prêmios mais divertidos de Dove foi um anão de jardim com cara de uma Spice Girl

"Teve um ano inteiro em que a única coisa que eu ganhei foi uma caixa de chocolates. E eu devo ter entrado em mil concursos, dedicando centenas de horas, apenas por uma caixa de chocolates no final do ano", conta Dove.

"Algumas pessoas perguntam: 'para que tudo isso?' Por quê? Porque no ano seguinte eu consegui ganhar um iate."

A esposa de Martin Dove, Katy, conta que o marido gosta de competir, e muitas vezes ignora o prêmio. Um dos brindes mais estranhos que ele já conquistou virou uma piada do casal – uma horrenda estátua de anão de jardim no formato da cantora Mel B, a "Scary Spice" do conjunto Spice Girls.

Notícias relacionadas