Médico é suspeito de marcar iniciais no fígado de paciente

  • 24 dezembro 2013
Hospital Queen Elizabeth (divulgação)
Image caption A administração do hospital Queen Elizabeth está investigando a alegação

Um cirurgião da cidade de Birmingham, na região central da Inglaterra, foi suspenso sob a alegação de que ele marcou suas iniciais no fígado de um paciente, durante uma operação.

O médico trabalha no hospital Queen Elizabeth, um dos mais importantes da cidade, a segunda mais populosa da Inglaterra.

As iniciais teriam sido encontradas por um colega do médico durante uma operação de rotina no mesmo paciente, que passara por um transplante.

Segundo reportagem do jornal britânico Daily Mail, o cirurgião tenha marcado as letras no fígado da pessoa usando gás argônio.

Experiente

A administração do hospital confirmou que está investigando as alegações.

Em um comunicado, ela diz que "após uma alegação de má conduta", um médico foi suspenso "enquanto um inquérito interno é concluído".

Uma fonte próxima ao cirurgião acusado, citada na reportagem do Daily Mail, disse que ele já realizou "centenas de transplantes".

"Eu espero que isso seja só um erro."