Família diz que Schumacher mostra 'pequenos sinais encorajadores'

  • 12 março 2014
Schumacher (AFP) Image copyright AFP
Image caption Schumacher continua em coma, mais de dois meses após acidente de esqui

O ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher, em coma devido a um acidente de esqui, vem apresentando "pequenos sinais encorajadores" em sua luta pela recuperação, disse sua família, nesta quarta-feira.

"Continuamos confiantes de que Michael vai sobreviver e acordar", afirmaram os parentes em um comunicado.

A nota foi divulgada depois que jornais europeus publicaram notícias com avaliações médicas independentes dizendo ser improvável que Schumacher saia do estado vegetativo.

Médicos na França vêm trabalhando para retirar Schumacher do coma induzido. O alemão, de 45 anos, sete vezes campeão de Fórmula 1, sofreu uma lesão grave na cabeça em um acidente de esqui nos Alpes franceses, em 29 de dezembro.

Ele foi mantido em coma para ajudar a reduzir o inchaço em seu cérebro.

'Luta dura'

O comunicado da família de Schumacher foi divulgado pela empresária do ex-piloto, Sabine Kehm, por causa de "um crescente interesse em [sua] condição, tendo em conta o início da temporada de Fórmula 1".

A família elogiou os esforços dos médicos franceses no hospital de Grenoble e alertou que este é "um momento de ser muito paciente".

"Desde o início, ficou claro que esta será uma luta longa e difícil para Michael", diz a declaração.

Investigadores que estudaram o acidente afirmam que Schumacher descia na velocidade de um "esquiador muito bom", no momento da sua queda.

Ele estava esquiando fora da pista quando caiu e bateu em uma pedra, esclareceram também.

Especialistas reconstruíram os acontecimentos que levaram ao acidente depois de examinar o equipamento de esqui de Schumacher e analisar imagens filmadas em uma câmera acoplada ao seu capacete.

Schumacher se aposentou das corridas em 2012, após uma carreira de 19 anos.

Ele ganhou dois títulos na Benetton, em 1994 e 1995, antes de mudar para a Ferrari em 1996 e ganhar cinco títulos seguidos a partir de 2000.

Notícias relacionadas