Para combater poluição, Paris restabelece rodízio de automóveis

Poluição em Paris | Crédito: AFP Direito de imagem AFP
Image caption Paris foi encoberta por 'cortina de fumaça' na última sexta-feira

Após quase duas décadas, Paris decidiu restabelecer o rodízio de automóveis para combater os altos níveis de poluição do ar registrados na cidade.

É a segunda vez na história que a capital francesa lança mão da medida. Segundo a determinação, os motoristas só poderão dirigir em dias alternados.

A medida foi tomada depois que os níveis de poluição atmosférica excederam o limite de segurança por cinco dias consecutivos em Paris e nas áreas vizinhas.

A restrição passa a valer a partir desta segunda-feira.

Em 1997, por motivos semelhantes, Paris decidiu instaurar o rodízio de automóveis por tempo determinado.

Segundo as autoridades, as motocicletas também estarão sujeitas à medida.

Em uma tentativa de encorajar as pessoas a deixar seus carros em casa, o governo concedeu, na sexta-feira, acesso gratuito ao transporte público por três dias. O benefício termina nesta segunda-feira.

O nevoeiro de fumaça que encobriu a cidade-luz foi causado por uma combinação de noites frias e dias quentes, que impediu a dispersão da sujeira.

Segundo a agência de meio ambiente da França, a qualidade do ar de Paris atingiu um dos piores patamares da história, rivalizando com a da capital chinesa Pequim, uma das cidades mais poluídas do mundo.

Na sexta-feira, os níveis de poluição chegaram a 180 microgramas de PM10 por metro cúbico, mais do que o dobro do limite tolerável de 80.

As partículas PM10 são emitidas por veículos, sistemas de aquecimento e indústria pesada.

O governo vai revisar os níveis de poluição nesta segunda-feira, antes de decidir se estenderá as restrições para os automóveis.

Notícias relacionadas