Britânico recebe terceira doação de rim de família

Andy Knox | Crédito: Royal Liverpool Hospital Direito de imagem BBC World Service
Image caption "Parece que tenho agora quatro vidas", diz Andy Knox

Um britânico de 42 anos diz estar "eternamente grato" após receber o terceiro transplante de rim em 16 anos de um membro de sua família.

Quando Andy Knox, de Warrington, no noroeste da Inglaterra foi diagnosticado com falência renal em 1998, sua mãe, Teresa, decidiu doar ao filho um de seus rins.

Oito anos depois, o órgão doado por sua mãe começou a parar de funcionar e foi a vez de seu pai, Freddie, doar um de seus rins.

Há duas semanas, Andy recebeu o transplante de um novo de sua irmã, Helen.

"Parece que tenho agora quatro vidas", diz ele.

Todos os três transplantes foram realizados no Royal Liverpool University Hospital.

Andy conta que depois da cirurgia os pacientes precisam tomar medicamentos para impedir que o rim transplantado seja rejeitado, mas isso acaba por afetar o sistema imunológico, elevando o risco de infecção.

'Em forma e saudável'

Ele acredita ter tido "azar" ao perder os dois rins doados por sua mãe e seu pai.

"Minha mãe e meu pai são a prova viva de que você pode viver uma vida normal com apenas um rim. Agora queremos que Andrew volte a ter uma vida normal".

Andy passou a praticar tênis depois de seu primeiro transplante e depois de receber o segundo rim liderou a delegação de tênis da Grã-Bretanha que participou dos Jogos Mundiais dos Transplantados, na Austrália, ganhando duas medalhas de prata.

Ele agora está chefiando a equipe desse ano na versão local da competição, que ocorrerá em Bolton, no noroeste da Inglaterra, entre os dias 7 e 9 de agosto.

"Estou tentando me manter em forma e saudável para mostrar à minha família que eu estou dando muito valor ao que recebi deles", diz Andy.

Abdul Hammad, cirurgião especializado em transplantes no hospital diz que já viu "muitos casos" onde um indivíduo recebe dois ou três transplantes.

"Mas Andrew é o primeiro que tratamos que teve a sorte de achar três órgãos compatíveis em sua própria família. É lindo como eles foram capazes de ajudá-lo", acrescentou Hammad.

Ele disse que o sucesso de Andy nas quadras de tênis prova que o transplante de rim pode ajudar ao paciente alcançar seus objetivos e ter uma vida normal.

Notícias relacionadas