Cidade de lata na África do Sul não teve melhorias com a Copa (BBC Brasil)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Para 'cidade de lata' sul-africana, Copa de 2010 não trouxe melhorias

Quatro anos após a Copa do Mundo na África do Sul, os moradores de uma das áreas mais pobres da Cidade do Cabo, a terceira mais populosa do país, dizem que a vida não mudou desde o evento - ou até piorou.

A BBC Brasil esteve em Blikkiesdorp, nome que significa "cidade de lata" na língua africâner. Ali, quase 2 mil famílias aguardam por vagas em programas habitacionais do governo. Enquanto isso, moram em contêineres rodeados por terra e lixo.

Direito de imagem BBC Brasil
Image caption A Copa do Mundo de 2010 decepcionou os moradores de Blikkiesdorp

Mãe de quatro crianças, Kulsum Rosier diz que roubos e doenças contagiosas graves são comuns no bairro.

Ela diz ter medo de mandar os filhos para a escola de manhã. "Acho que eles não vão voltar vivos, porque todos os dias dias pessoas morrem atropeladas nas estradas daqui. O que podemos fazer?"

Responsável pela área, a prefeitura da Cidade do Cabo diz ter construído 60 mil casas populares desde 2006. Segundo as autoridades, 33 famílias de Blikkiesdorp já foram transferidas para novas construções, e outras 55 devem ganhar moradias em breve.