Putin ordena retirada de parte das tropas da fronteira com Ucrânia

Direito de imagem AP
Image caption Países do Ocidentes suspeitam da forte influência da Rússia nas ações de separatistas na Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou nesta segunda-feira que tropas russas deixem a fronteira da Ucrânia, segundo uma nota divulgada pelo Kremlin.

As tropas posicionadas nas regiões de Rostov, Belgorod e Bryansk receberam a ordem para retornar às suas bases permanentes.

A Rússia já divulgou ordens recentemente para retirada de tropas, mas a aliança militar Otan afirma que elas nunca foram cumpridas.

Analistas acreditam que as tensões na região podem diminuir na Ucrânia caso a Rússia retire parte dos 40 mil soldados que possui lá.

"Em conexão com o término da fase de treinamento de primavera que havia sido planejada (...) nos sítios nas regiões de Rostov, Belgorod e Bryansk, Putin ordenou que o ministro da Defesa retire as tropas que fizeram parte deste exercício", diz a nota divulgada às agências de notícias russas.

As tensões entre Rússia e o Ocidente estão altas desde fevereiro, quando o presidente ucraniano pró-Kremlin, Viktor Yanukovych, foi derrubado do poder - após meses de manifestações de rua.

Depois do episódio, a Rússia anexou a região da Crimeia. Forças de segurança ucranianas chegaram a entrar em confronto com milícias pró-Rússia no leste do país.

Notícias relacionadas