Fifa assume estádios para ajustes finais antes da Copa; entenda

Arena Amazônia, em Manaus / Crédito da foto: Portal da Copa Direito de imagem Portal da Copa
Image caption Fifa assumirá o controle das 12 arenas da Copa para preparações finais antes do torneio

Com a Copa do Mundo cada vez mais próxima, a Fifa entra em campo - quase literalmente - para fazer os últimos ajustes antes do pontapé inicial que será dado por Brasil e Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo.

A partir desta semana, a entidade máxima do futebol assume o comando dos 12 estádios que serão palco de jogos do Mundial e começa a preparação do "show".

Até esta quinta-feira, todas as arenas da Copa estarão sob responsabilidade do Comitê Organizador Local (COL) e da Fifa. Saem os clubes – que estavam disputando suas partidas nos estádios do Mundial – e entram equipes coordenadas pelos dois órgãos para fazer os acertos finais nas arenas.

Serão cerca de 20 dias para fazer as instalações de tecnologia e segurança, montagem do centro de mídia e das estruturas temporárias para a Copa, manutenção do gramado, treinamentos de voluntários e outros funcionários que trabalharão nos estádios durante o torneio, entre outros preparativos finais antes de a bola rolar na Copa do Mundo do Brasil.

Para o COL, o período de exclusividade das arenas equivale à "preparação de um palco para um show". Serão milhares de pessoas do próprio comitê, da Fifa e também da manutenção dos estádios trabalhando diariamente nas 12 arenas até o dia 12 de junho.

Enquanto isso, os jogos do Campeonato Brasileiro são remarcados para outros locais, e os clubes só voltarão a jogar nos estádios do Mundial uma semana após o fim do torneio da Fifa.

Tapete

Uma das maiores preocupações da entidade nessas próximas três semanas será com o gramado. A ideia é mantê-lo intacto para receber as 32 seleções que estarão em campo no Mundial.

Direito de imagem Portal da Copa
Image caption No período exclusivo da Fifa, uma das maiores preocupações é o gramado

Depois de receberem jogos das competições nacionais, os gramados das 12 arenas ficarão em manutenção, recebendo cuidados especiais 24h por dia. O único campo que receberá um jogo no período exclusivo da Fifa será o da Arena Corinthians, palco da abertura do Mundial.

A Fifa determinou que o estádio de São Paulo recebesse mais uma partida antes do dia 12 de junho para testar as arquibancadas provisórias, que não puderam ser utilizadas no jogo entre Corinthians e Figueirense no último domingo – o primeiro e único teste oficial que havia sido programado para o Itaquerão até então.

Assim, o gramado da arena será utilizado mais uma vez no dia 1º de junho, para a partida entre Corinthians e Botafogo, e só depois disso passará pelo período de manutenção intensivo até a abertura.

Instalações

A Fifa também passa a cuidar de perto das instalações específicas exigidas pela entidade para os jogos do Mundial – as chamadas estruturas complementares, que incluem o centro de mídia, as tendas para patrocinadores, entre outros.

Na área de tecnologia, tanto a entidade quanto o COL também monitoram as instalações de telefonia celular e internet nos estádios da Copa.

Outro ponto de atenção é com relação à segurança. É no período exclusivo que a Fifa faz a instalação dos aparelhos raio-X, utilizados na entrada dos estádios, e realiza outros ajustes que são pré-requisitos específicos para o Mundial.

O período de exclusividade da Fifa nos estádios começou nesta quarta-feira e vai até julho, variando de arena para arena – os estádios que só serão utilizados na primeira fase da Copa serão "devolvidos" antes, enquanto o Maracanã, palco da final, será o último a ser entregue de volta, no dia 18 de julho.

Notícias relacionadas