Acusado de morder adversário, Suárez volta a causar polêmica

  • 24 junho 2014
Image copyright AFP
Image caption Logo após o lance, Chielline puxou a gola de sua camisa para mostrar a suposta mordida

Ao fim do jogo entre Uruguai e Itália pela última rodada do grupo D na Copa do Mundo, um lance acabou sendo mais comentado do que o placar. O atacante uruguaio Luis Suárez teria mordido zagueiro italiano Giorgio Chiellini.

Pouco antes do gol do Uruguai (a partida terminou 1 a 0), Suárez abaixou a cabeça em direção a Chiellini na pequena área.

Logo em seguida, Chiellini puxou a gola de sua camisa para mostrar o seu ombro ao juiz, e chamando a atenção ao local onde teria levado a mordida.

"Foi ridículo que Suárez não tenha sido expulso. Ficou muito claro", disse o zagueiro italiano em entrevista à rede de TV italiana Rai.

"Depois ele obviamente se jogou, porque sabia muito bem que havia feito algo que não deveria. Quero ver se a Fifa terá coragem de tomar providências."

Histórico

Se for confirmada a mordida, não terá sido a primeira vez que Suárez comete esse tipo de violência.

O uruguaio, que joga pela equipe inglesa do Liverpool, foi suspenso por 10 jogos por ter mordido Branislav Ivanovic, do Chelsea, durante um jogo da Premier League (campeonato inglês) em abril de 2013.

Antes, em 2010, quando o uruguaio ainda jogava pelo Ajax, na Holanda, Suárez foi suspenso por quatro jogos por morder o meio-campista do PSV Eindhoven Otman Bakkal.

Ele também já havia se envolvido em uma polêmica na última Copa, quando defendeu com as mãos o chute a gol Dominic Aiyiah no final do jogo contra Gana pelas quartas-de-final.

Suárez foi expulso e o juiz deu pênalti para Gana – que a equipe africana perdeu. O Uruguai acabou se classificando para as semi-finais vencendo a disputa por pênaltis por 4 a 2.

Irritação

O técnico uruguaio, Oscar Tabarez, ficou irritado ao ser questionado sobre a suposta mordida de Suárez.

Image caption Lance polêmico ocorreu antes do gol do Uruguai

"Gostaria de ver essa imagem para checar se isso aconteceu mesmo. O árbitro não viu, então, não merece nenhum outro comentário. Para mim, o jogo teve coisas muito mais importantes. Alguns meios de comunicação fazem de Suárez seu alvo favorito e dão mais espaço a seus supostos erros do que para as coisas que faz no futebol. Não sei de onde os jornalistas estão tirando isso, então, não perguntem isso novamente", disse o técnico.

Jim Boyce, vice-presidente da Fifa, diz que a organização deve investigar a suposta mordida de Suárez em Chiellini: "Assisti ao incidente diversas vezes na TV. Não há dúvidas de que Suárez é um jogador fantástico, mas novamente suas ações o deixam vulnerável a duras críticas. A Fifa deve investigar isso com seriedade e tomar as medidas disciplinárias necessárias."

Um porta-voz da Fifa disse à BBC que avaliará se penalizará o uruguaio Suárez pela suposta mordida no italiano Chiellini. "Estamos aguardando os relatórios oficiais da partida para reunir todos os elementos necessários para avaliar o assunto."

A polêmica é um dos assuntos mais comentados no Twitter neste momento, com a hashtag #BanSuarez, que pede que o jogador seja banido, no topo da lista de temas mais falados entre os seus membros. A hashtag #biting também faz parte desta lista.

Notícias relacionadas