No Twitter, piadas viram 'consolo' dos brasileiros

Foto: Verônica Tozarini Direito de imagem Veronica Tozarini
Image caption Com placar improvisado, torcedora garantia no Twitter que estava "tudo normal" entre Brasil e Alemanha

Em meio à frustração geral – e ao desespero de alguns – com a derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha, os internautas brasileiros decidiram "rir para não chorar".

Ainda na metade do primeiro tempo, quando o time alemão já havia marcado pelo menos cinco gols, o Twitter e o Facebook se encheram de piadas com jogadores e com a própria torcida.

"Nem a fábrica da Volkswagen faz cinco Gols em 30 minutos", diziam alguns. Outros já disparavam que o Brasil estaria de fato "rumo ao hexa" – ou seja, esperando o sexto gol.

Veio o sexto e também o sétimo. No Twitter, Bené B. Sentai (@feliep_) fez uma paródia de uma canção criada por um banco brasileiro para suas propagandas de TV durante a Copa: "mostra tua força Brasil/eutanásia pra nação inteira/tomar uma cartela inteira/de Diazepam e Rivotril".

Regina Célia (@Reginacelia) garantiu que "no momento, a psicóloga da seleção está sendo atendida pela psicóloga reserva". E aludindo à falta de Neymar, o "funcionário Marcelo" (@marceloindaniel) refletiu pelo Twitter: "Se eu soubesse que uma vértebra é tão importante pra uma nação, eu corrigia minha postura."

Outra piada recorrente era a da "TV quebrada", que mostrava apenas um gol do time alemão repetidas vezes. Verônica Tozarini improvisou um placar que mostrava 0 a 0 com papel e colou na TV. A foto da ideia foi usada para "tranquilizar" os amigos: "Não sei o que vocês tão falando, aqui em casa tá normal".

Oscar e 'Game of Thrones'

Já sem esperanças de uma virada, os torcedores começaram a comparar a partida entre Brasil e Alemanha com um episódio da série Game of Thrones, famosa pelos massacres de personagens. Alguns já chamavam a partida de "Yellow wedding" (casamento amarelo) em alusão às festas de casamento sangrentas da série.

"Poucos sabem, mas Brasil x Alemanha na verdade foi um 'teaser' da próxima temporada de Game of Thrones", disse Roberto Berruezo (@synthzoid).

Kaijuzinho (@kaijugroupie) tentava, em vão, consolar a torcida brasileira no Twitter com outra piada recorrente na rede: "Podia ser pior gente, isso que a gente passou hoje o Leonardo DiCaprio passa todo ano no Oscar".

Estrangeiros também entraram na brincadeira, mesmo expressando surpresa pela derrota brasileira. No intervalo do jogo, o comediante britânico Chris O'Dowd (@BigBoyler) provou que está por dentro das piadas envolvendo a má atuação de Fred na seleção: "Perdi o primeiro tempo. Fred já mandou esses alemães chatos para casa?".

O explorador polar e iatista britânico Tony Haile (@arctictony) relembrou a derrota de sua própria seleção, ainda na primeira fase. "Alguém colocou a camisa da Inglaterra no Brasil para este jogo?", tuitou.

O 'culpado'

Comparações com a derrota para o Uruguai na final de 1950 e análises dos problemas do time já circulavam pelos sites de redes sociais brasileiros antes mesmo do fim do jogo, mas o grande motivo do 7 a 1 pareceu ter sido encontrado perto do fim da partida: Mick Jagger.

Com fama de pé-frio, o vocalista dos Rolling Stones estava no estádio Mineirão, acompanhando o jogo com seu filho, segundo portais de notícias. "Está explicado", diziam os internautas. Agora a nação já teria a quem culpar.

Consolidada a derrota, a pior do Brasil em uma Copa do Mundo, restou o consolo do bom humor, e os tuiteiros finalizaram suas "transmissões" agradecendo pela irreverência que acabou sendo a grande estrela da noite para quem acompanhou o jogo pela internet.

"Obrigado Senhor, que temos esta rede social. Em 98 eu fiquei na rua olhando pro chão", disse Marcelo Hessel (@marcelohessel), relembrando a traumática derrota brasileira para a França em 1998.

E Dudu (@poxaduduh) resumiu a noite: "Obrigado internet, por transformar a vergonha em zuera. Continue trabalhando assim."