Derrota do Brasil foi 'orgasmo de gols do ano', diz jornal alemão

capa do site do jornal Bild (reprodução) Direito de imagem Reproduction
Image caption Alemães ficaram perplexos com o resultado inesperado, com a facilidade com que os alemães 'passearam' em campo e com falta de resistência da seleção brasileira

A goleada da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 deixou os alemães orgulhosos com o desempenho de sua equipe e atônitos com o resultado elástico.

"Existem dias em que a gente simplesmente não consegue explicar certas coisas", disse Béla Réthy, narrador do jogo na transmissão da emissora estatal alemã ZDF, logo depois que o sétimo gol da Alemanha estufou a rede do goleiro Júlio César.

Os alemães ficaram perplexos com o resultado inesperado, com a facilidade com que os alemães "passearam" em campo e com falta de resistência da seleção brasileira.

"Uma noite histórica", completou Réthy, dizendo estar "com pena" dos brasileiros. Tanto que, no único gol brasileiro, convertido por Oscar, veio o desabafo "Graças a Deus".

O tabloide Bild, sempre bem-humorado, estampou ainda no intervalo do jogo em sua página "Torgasmus des Jahres", juntando as palavras alemãs "Tor" e "Orgasmus" para formar um trocadilho e a manchete "Orgasmo de Gols do Ano".

"O milagre de Belo Horizonte", era o título da página do jornal Die Welt, em referência ao "milagre de Berna", que é como os alemães apelidaram a vitória de 3 a 2 contra a Hungria, na final de Copa do Mundo de 1954.

O diário aponta o que acredita ser o principal culpado: "O treinador brasileiro Scolari fracassou redondamente". "A amplitude do desastre ultrapassa qualquer poder de imaginação. Essa vergonha vai acompanhar os jogadores pelo resto da vida. O culpado é sobretudo o treinador Scolari", sentencia a publicação.

O site da revista Focus atribui o resultado mais à força do futebol alemão do que às falhas da equipe brasileira. "7 a 1: Time alemão inacreditável faz Brasil em pedaços sem dó nem piedade", intitula a publicação. "Com esse resultado, temos que olhar duas vezes para ver se é mesmo verdade", afirma.

Muitos torcedores alemães mals conseguiam acreditar no que viam. "É ridículo o que aconteceu com o Brasil", disse à BBC Brasil o berlinense Matthias Lehmphul.

Ele não atribui a derrota para os alemães à falta de Neymar ou ao estado psicológico da equipe brasileira. "A seleção estava muito mal preparada", avalia.

"A saída do Neymar só foi algo que apenas expôs ainda mais o despreparo do time", argumenta.

Direito de imagem Reproduction

Notícias relacionadas