Papa Francisco diz que Terceira Guerra já pode ter começado

Papa Francisco visita cemitério na Itália (foto: AP) Direito de imagem AP
Image caption Papa Francisco disse que Terceira Guerra Mundial pode já ter começado

O papa Francisco afirmou que os conflitos ao redor do mundo começam a equivaler a uma Terceira Guerra Mundial – que ocorreria aos poucos por meios de crimes, massacre e destruição.

O pontífice fez a afirmação durante uma visita ao maior cemitério militar da Itália, em uma cerimônia em memória ao centenário da Primeira Guerra Mundial.

"A guerra é loucura", disse Francisco em uma cerimônia que lembrou a morte de 100 mil soldados italianos, no cemitério Redipuglia, perto da Eslovênia.

O papa argentino sempre condenou a ideia de guerrear em nome de Deus.

Mas no mês passado disse que uma ação de força da comunidade internacional seria justificada contra o que chamou de "agressão injusta" da organização extremista Estado Islâmico, segundo o correspondente da BBC David Willey. Segundo ele, o Estado Islâmico matou ou deslocou milhares de pessoas no Iraque e na Síria, incluindo muitos cristãos.

Na homilia de sábado o papa prestou homenagem às vítimas de todas as guerras.

"A humanidade precisa chorar e esse é o tempo de chorar", afirmou.

Significado pessoal

"Mesmo hoje, depois do segundo erro de outra guerra mundial, talvez seja possível falar de uma terceira guerra, lutada aos poucos, com crimes, massacres, destruição".

Segundo o correspondente da BBC, a visita do papa ao local foi carregada de significado pessoal. O avô dele lutou - e sobreviveu – na ofensiva italiana contra o império austro-húngaro no nordeste da Itália em 1917 e 1918.

Nos últimos meses, o papa pediu o fim dos conflitos no Iraque, na Síria, em Gaza, na Ucrânia e em partes da África.

Notícias relacionadas