Falha de computador restringe tráfego aéreo na Grã-Bretanha

Avião em Heathrow (PA) Direito de imagem PA
Image caption Falha em centro de controle restringiu decolagens e pousos em aeroportos como Heathrow

O espaço aéreo do Reino Unido ficou restrito na tarde desta sexta-feira por conta de uma falha de informática no centro de controle de tráfego aéreo em Swanwick, sul da Inglaterra, informaram autoridades.

O "problema técnico" afetou decolagens e pousos no aeroporto londrino de Heathrow (o mais movimentado da Europa em volume de passageiros), que chegou a interromper momentaneamente pousos e decolagens. Diversos voos foram atrasados.

Por volta das 16h30 locais (14h30 de Brasília), a controladora de tráfego aéreo informou que o sistema operacional havia sido restaurado e que os aeroportos começariam a normalizar suas atividades.

Em Gatwick, segundo maior aeroporto da capital britânica, algumas decolagens foram autorizadas, mas muitos aviões não puderam decolar. O problema teve efeito em cadeia em outros aeroportos britânicos, e o de Manchester (norte da Inglaterra) chegou a se preparar para receber voos que tivessem sua rota desviada.

"Ficamos presos dentro do avião por mais de uma hora", disse a passageira Vicky Lane, enquanto esperava que seu avião decolasse de Gatwick para Dublin (Irlanda).

Um porta-voz do aeroporto de Manchester disse que o país inteiro estava sentindo, nesta sexta, os efeitos da falha em Swanwick.

"O espaço aéreo está aberto, mas voos estão sujeitos a atrasos", afirmou Seb Thompson. "Passageiros devem fazer check-in normalmente, mas estar cientes de que seus voos podem atrasar. Na dúvida, contate sua empresa aérea."

A interrupção ocorreu em um dia de grande movimento - a véspera do fim de semana - e afetou os cinco aeroportos que servem os moradores de Londres.

Uma fonte do centro de controle disse que o problema foi causado por uma falha do computador que coordena os voos que chegam a Londres e coloca-os em sequência para pousar ou decolar.

Informações de aeroportos brasileiros indicam que os voos internacionais foram pouco afetados.

Até a tarde desta sexta, dois voos para Londres permaneciam dentro do horário agendado e um estava atrasado, segundo site do aeroporto de Guarulhos (SP).

Um voo saído de Londres com previsão de pouso em Guarulhos às 20h10 também tem previsão de atraso.

O site do Galeão não registrava, até esta tarde, nenhum atraso em voos vindos ou com destino a Londres.