Estrela de musicais treina para cantar na Estação Espacial Internacional

Reuters Direito de imagem Reuters
Image caption Brightman afirmou que gostaria de se conectar com algum coral ou orquestra na Terra enquanto canta no espaço

Uma conhecida cantora britânica de ópera está realizando um treinamento perto de Moscou para ser enviada à Estação Espacial Internacional (EEI).

A soprano Sarah Brightman se juntou ao ex-marido, o compositor de Cats e O Fantasma da Ópera Andrew Lloyd Weber, para compôr uma música especialmente para ser cantada no espaço.

Ela será enviada à EEI em uma nave russa Soyuz no dia 1º de setembro.

Sarah, de 54 anos, vai passar dez dias na Estação Espacial Internacional, a 420 quilômetros acima da Terra.

Durante uma entrevista coletiva em Londres, Brightman disse que cantar no espaço é "muito diferente" de cantar na Terra e que está acertando os detalhes técnicos para a apresentação na EEI.

"Gostaria de me conectar com um coral, ou crianças, ou outro cantor ou uma orquestra na Terra", afirmou.

Leia mais: 'Também disseram que chegar à Lua era impossível', diz brasileira candidata a morar em Marte

"Cantar em (um ambiente de) microgravidade é muito diferente do que cantar aqui embaixo (na Terra). Usamos a Terra e o ar para nos firmar no chão e cantar".

"Isto vai ser muito diferente. Estou tentando encontrar uma música que seja bonita e simples em sua mensagem, e também não muito complicada para cantar", acrescentou.

Brightman ainda disse que "não quer prometer muito", por causa da complexidade do projeto.

Brightman e Lloyd-Weber trabalharam em uma canção que fosse "adequada à ideia de espaço".

A cantora gravou a música na semana passada em Nova York.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption A cantora iniciou o treinamento perto de Moscou, na Rússia (Foto: Sarah Brightman/The Outside Organization Ltd)

Cantar no espaço não é algo novo. Um dos exemplos mais recente foi o do astronauta canadense Chris Hadfield, em 2013, que cantou a música Space Oddity, de David Bowie na EEI e se transformou em um grande sucesso no YouTube.

Turista e cantora

Especula-se que Brightman teria concordado em pagar US$ 51 milhões (mais de R$ 159 milhões) para ser a oitava turista espacial. A cantora disse que pagou pela viagem sozinha, mas, por motivos "contratuais", não poderia revelar a quantia exata.

Brightman vai fazer parte de uma equipe de três pessoas que viajará para a EEI. O último turista a viajar para a estação foi o fundador do Cirque du Soleil, Guy Liliberte, em 2009.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption A cantora está aprendendo a fazer várias experiências científicas, entre elas, o efeito da falta de gravidade na voz (Foto: Sarah Brightman/The Outside Organization Ltd)

A cantora britânica disse que o pouso na Lua em 1969, que ela assistiu pela televisão aos nove anos de idade, foi um "momento fundamental" na vida dela.

Leia mais: Via Láctea 'pode ser buraco de minhoca para viagens no tempo'

Na década de 1980 a soprano britânica estrelou os musicais Cats e Fantasma da Ópera em Londres, ambos de Andrew Lloyd-Webber, com quem ela se casou em 1984.

Os dois se divorciaram em 1990 e Brightman começou uma carreira solo. Ela vendeu milhões de discos no mundo inteiro e foi a primeira artista a cantar duas cerimônias de abertura de Olimpíadas, a de Barcelona, em 1992, e a de Pequim, em 2008.

Leia mais: As cinco missões espaciais mais ousadas

Um dos seus grandes hits foi o dueto com o tenor italiano Andrea Bocelli, Time To Say Goodbye.