Rede que ofereceu devolver dinheiro de compra de TV com seleção em final agita o Peru

Reprodução Direito de imagem Reproducao
Image caption Anúncio da promoção "Se o Peru chegar à final, devolveremos o dinheiro da sua compra", da rede de hipermercados Tottus

"Se o Peru chegar à final, devolveremos o dinheiro da sua compra". A propaganda, idealizada antes do início da Copa América pela rede chilena de supermercados Tottus, vem sendo veiculada em jornais e na televisão peruanos e está causando muita discussão.

O que antes parecia uma provocação inofensiva - já que o Peru era um dos menos cotados a ganhar o torneio -, agora virou o assunto principal nas redes sociais do país. É que depois de vencer a Bolívia, por 3 a 1, o Peru chegou à semifinal e, nesta segunda-feira, enfrenta justamente o Chile.

Fora do campo, os clientes dos supermercados Tottus aguardam com especial ansiedade o resultado do confronto.

Os internautas fizeram a festa com a promoção, que diz que o supermercado devolverá o dinheiro da compra de televisores com valores entre 1500 sóis (cerca de R$ 1.477) e 3850 sóis (aproximadamente R$ 3.790).

No Twitter, por exemplo, houve uma enxurrada de memes satirizando o "desespero" de executivos da empresa ao se dar conta de que a equipe do Peru, treinada pelo argentino Ricardo Gareca (ex-Palmeiras), avançou no campeonato.

Os principais jornais do Peru vêm acompanhando o caso com atenção.

Leia mais: Empresas apostam em comerciais com gays para 'modernizar imagem'

À BBC Brasil, a Tottus informou que não deseja comentar o conteúdo da propaganda. Mas ela garante que a promoção será cumprida dentro das condições prometidas.

Para o peruano Suriel Chacón, especialista em redes sociais e marketing digital, a propaganda vem causando barulho porque, na percepção local, menospreza a seleção nacional, mas pode acabar virando uma brincadeira que custará caro aos empresários chilenos.

"Basicamente, (a propaganda) fez chacota com as capacidades físicas da seleção peruana, um reflexo da pouca consciência que pode ter uma empresa com capital estrangeiro no Peru. Eles não acreditavam que o Peru fosse chegar... Bem, como todo o Peru. Na verdade, ninguém tinha muita confiança na seleção."

"A Tottus está na boca de tottus", brinca a estudante de publicidade Katherine Silva.

"Estamos conversando na faculdade sobre isso. Os peruanos consideraram, sim, uma piada de mau gosto, mas no final isso vai ajudar para que a marca permaneça na cabeça das pessoas", considera Silva, que está no terceiro ano do curso de Comunicações da Universidade de Lima.

Leia mais: Anúncio com modelo magra demais é proibido por agência reguladora britânica

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Em novo material de propaganda divulgado no Facebook, empresa diz que manterá sua "promessa"

Possíveis ganhadores

Muitos consumidores têm entrado em contato com a loja para perguntar se a devolução do dinheiro vale no caso de a compra ser efetuada agora.

Por meio de sua página no Facebook, a Tottus explicou que somente as compras realizadas entre 29 de maio e 10 de junho estão incluídas na oferta. E apenas para televisores adquiridos com o cartão de crédito da rede.

Na sexta-feira, a Tottus informou por Twitter e Facebook ter "uma lista de possível ganhadores" e que cumprirá o prometido se o Peru avançar rumo à final. "E estamos muito entusiasmados para premiar os torcedores", diz a empresa.

Leia mais: Espanholas saem às ruas de lingerie em protesto contra propaganda de TV

O gerente-geral da Tottus, Juan Fernando Correa, afirmou ao diário peruano El Comercio que a empresa está "pronta para devolver mais de 1 milhão de sóis" (cerca de R$ 984 mil) e que há cerca de 670 consumidores que podem ganhar a promoção.

A rede de hipermercados pertence ao grupo Falabella, multinacional chilena fundada em 1889 e que atua em setores tão variados como os de supermercados, bancos, negócios imobiliários e turismo.

Além do Chile, está presente na Colômbia, na Argentina e no Peru, onde chegou em 1995 e está instalada em 14 cidades.

No ano passado, a top model brasileira Gisele Bündchen passou a integrar o time de modelos que faz comerciais para a multinacional.

Notícias relacionadas