Morre aos 63 anos o 'pai' do SMS

BBC Direito de imagem BBC World Service
Image caption Quando apontado como 'pai', Makkonen lembrava que foi um esforço conjunto (Foto: BBC)

Matti Makkonen, o finlandês que é considerado o "pai" do SMS (serviço de mensagens curtas, na sigla em inglês), morreu aos 63 anos nesta quarta-feira devido a um problema de saúde não divulgado.

Makkonen desenvolveu a ideia de enviar mensagens escritas por meio da rede de telefonia móvel.

Apesar de ser apelidado de "pai" das mensagens de texto, o cientista afirmava que não inventou a tecnologia sozinho.

Falando na data que marcou o 20º aniversário da primeira mensagem de texto enviada, Makkonen afirmou que considerava o desenvolvimento do SMS um esforço conjunto e que foi a Nokia que ajudou a popularizar o serviço.

"O lançamento real do serviço, na minha opinião, foi quando a Nokia introduziu o primeiro telefone que permitia escrever mensagens facilmente (o Nokia 2010 em 1994)", afirmou.

Leia mais: Com fim de financiamento público, Itália permite doações a partidos por SMS e apps

Em uma entrevista concedida à BBC em 2012 por meio de SMS, Makkonen afirmou que acreditava que estas mensagens iriam ser usadas, de alguma forma, "para sempre".

Abreviações

Makkonen afirmou também que não usa as abreviações comuns em mensagens de texto, mas acrescentou que o SMS pode ser considerado como uma ferramenta que teve um impacto no desenvolvimento da linguagem.

Jarmo Matilainen, diretor de gestão da empresa de telecomunicação finlandesa Finnet Association, trabalhou com Makkonen nos últimos anos. O próprio Makkonen já foi diretor de gestão da Finnet.

Para Matilainen, Makkonen era um "nobre senhor da indústria de telefonia móvel".

Leia mais: Britânica fica em choque ao 'receber SMS' de avó morta

"É muito triste. Ele ia se aposentar e devia ter muitos anos pela frente", disse o executivo, acrescentando que o fascínio de Makkonen com tecnologias de comunicação ainda era muito forte.

"Nós gostávamos de falar sobre SMS e este tipo de coisa, 3G e assim por diante. Ele gostava de falar sobre isto o tempo todo", afirmou.

Apesar da popularização de aplicativos de envio de mensagens como o WhatsApp, o SMS continua popular no mundo todo, com trilhões de mensagens enviadas todos os anos.

Leia mais: Cidade britânica vai enviar SMS para estimular quem quer perder peso