'Há um furacão aqui fora', disse tripulante de navio à mãe antes de naufrágio

(Foto: EPA) Direito de imagem epa
Image caption O cargueiro El Faro desapareceu após ser tragado pelo furacão Joaquin nas Bahamas

"Não sei se você tem acompanhado as notícias sobre o clima", escreveu Danielle Randolph, de 34 anos, a sua mãe, Laurie, na última quinta.

Danielle era assistente de bordo do cargueiro norte-americano El Faro, que naufragou próximo às Bahamas após ser tragado pelo furacão Joaquin. Sua mensagem, com aquelas que podem ter sido suas últimas palavras à família, foi amplamente noticiada pela imprensa norte-americana, incluindo jornais como o The Washington Post e a rede de televisão CNN.

"Há um furacão aqui fora e nós estamos indo em direção a ele", continuou ela, uma das 33 tripulantes da embarcação. "O vento está muito ruim", disse, antes de despedir com um "amo vocês".

No mesmo dia, o gigante de 224 metros desapareceu. As buscas foram suspensas na quarta-feira, após aviões identificarem coletes salva-vidas, contêineres e óleo na água, além de um bote salva-vidas bastante danificado. Apenas um corpo foi encontrado.

O marinheiro Keith Griffin, falara com sua mulher, Katie, grávida de gêmeos, na noite anterior. "Ele estava tão feliz em se tornar pai", contou ela à CNN. "Disse que me amava. E foi a última vez em que falei com ele."

Leia também: Brasil se prepara para um verão de temperaturas extremas

Leia também: Dez luzes fantásticas que surgem nos céus

Mistério

Ainda não está claro o motivo que levou o capitão a guiar o navio até as águas próximas ao furacão.

"Nós tristemente fomos informados que não foram encontrados sobreviventes", afirmou Bella Dinh-Zarr, vice-presidente do Conselho Nacional de Segurança no Transporte.

As buscas foram oficialmente concluídas quando o sol se pôs.

"Eles fizeram tudo o que podiam... nossas tripulações e aeronaves voaram repetidamente em direção àquela tempestade", afirmou o capitão Mark Fedor, da Guarda Costeira.

Segundo o órgão, uma área de 70 mil milhas náuticas quadradas foi varrida em uma tentativa de encontrar os 28 norte-americanos e 5 poloneses que estavam no El Faro, que viajava da Flórida até Porto Rico.

A empresa Tote Marine, dona da embarcação, afirmou que o navio ficou sem energia após seus motores quebrarem.

Direito de imagem Getty
Image caption Imagens de satélite mostram furacão no Caribe e em área próxima do Estado da Flórida, no EUA