Cartão de Natal que só tinha 'Inglaterra' no endereço é entregue à pessoa certa

Paul Biggs Direito de imagem Paul Biggs
Image caption Envelope só tinha 'Inglaterra' como destinatário

Um cartão de Natal enviado da Alemanha que só tinha "Inglaterra" escrito no local do destinatário foi entregue à pessoa certa apenas dois dias após ser enviado.

Paul Biggs, da cidade de Gloucester, disse que ficou completamente chocado quando o carteiro lhe entregou o cartão, enviado por amigos que moram na Alemanha, e o endereço não estava no envelope.

"Não consigo acreditar, é um mistério, o envelope só diz 'Inglaterra' e foi enviado de um correio na cidade de Bitburg", disse ele.

O Royal Mail, empresa de correios britânica, disse que seus "detetives de endereços" são notórios mas que "até para seus padrões" a entrega foi impressionante.

Leia também: Quais são os países que proíbem o Natal?

Leia também: ‘Projeto curricular muito extenso não é exclusividade do Brasil’, diz especialista em educação

A hipótese mais plausível para explicar como o cartão foi entregue é que a carta, originalmente, tivesse uma etiqueta com o endereço. Com isso, ela foi entregue ao posto de correios correto. Mas, no meio do caminho, ela perdeu essa etiqueta, e só restou o "Inglaterra" do envelope.

O carteiro, então, passou de casa em casa perguntando se alguém estava esperando uma correspondência vinda da Alemanha.

Segundo Biggs, o cartão foi enviado por seus amigos na segunda-feira e ele recebeu o envelope na quarta de manhã.

"Ele entregou minha correspondência normal e disse 'Você está esperando alguma coisa da Alemanha?'. Respondi que talvez, porque tenho amigos lá", conta Biggs.

"Ele disse 'Dá uma olhada nessa carta', então eu peguei o envelope e vi o endereço dos meus amigos no campo do remetente. Na frente, só dizia Inglaterra."

Biggs disse que o cartão não havia sido aberto.

"Perguntei 'Como você sabia que isso era para mim?' e ele respondeu que não sabia, que estava levando a carta para todo lugar", acrescenta Biggs.

Um porta-voz do Royal Mail disse que a equipe de "detetives de endereço" deles é conhecida pela habilidade de entregar cartas com endereço incorreto, mas que "até para os padrões deles essa entrega foi bem impressionante".

Leia também: Dilma fecha ano fortalecida contra impeachment, mas economia é pedra no sapato