BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 28 de junho, 2004 - 11h50 GMT (08h50 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Não tem tradução
 
Numa coisa as línguas inglesa e portuguesa se assemelham: surgiu alguma dificuldade em se traduzir, babau! --, eles vão e incorporam a expressão ou palavra.

Verdade que os britânicos dão mais tratos à bola, como dá (ou dava) à redonda esse garoto gordo, tal de Rooney, que os jornais não param de cantar as loas e comparar a – vejam só! – Pelé.

Nós, brasileiros, somos meio macunaímas mesmo: dá-nos – ai! Uma preguiça danada e a gente vai e taca no original mesmo (workshop, fashion week, socialite etc), ou aproximando, feito deletar, danar, rebootar e por aí afora.

O Noel Rosa, avesso aos estrangeiros, o Noel dos anos 30, de São Coisas Nossas e Não Tem Tradução (“Tudo aquilo que o malandro pronuncia, /com voz macia, /é brasileiro, já passou de português”), esse Noel está “datado”, foi “deletado”.

Uma agência de traduções, sediada em Londres, a Today Translations, que arrisco traduzir para Hoje Traduções, resolveu consultar mais de mil tradutores profissionais afim de tentar encontrar as 10 palavras mais difíceis de se traduzir para o inglês.

Vamos à primeira colocada, à Miss Dificuldade. Vai para o trono, de coroa, cetro e faixa no peito, ilunga, do dialeto tshiluba, da língua bantu, falada no Congo e no Zaire.

Ilunga é a pessoa disposta a aceitar um desaforo, ou abuso verbal e físico, por duas vezes seguidas, mas que na terceira empomba e não engole de jeito nenhum.

Em terceiro lugar, deu iídiche: shlimazl, o azarento crônico. Em quarto, naa, que é japonês, mas apenas japonês falado na área de Kansai e serve para enfatizar um argumento. Em sexto, holandês: gezellig, que quer dizer íntimo e agradável.

Lá estão também, entre as dez mais, pochemuchka, russo para alguém que faz muitas perguntas, e altahmam, árabe para uma profunda tristeza.

Mas o que me interessa é a sétima colocada. Qual é a palavra? Ela mesmo, aquela que compositores, poetas e corretores de imóveis se gabam de que, como samba de Noel, não tem tradução: saudade.

Está confirmado: não tem mesmo. E não existe, não se aplica, carece de serventia, quando, como no meu caso, se está há séculos em Londres, onde fica a Today Translations e não há xarope de groselha ou goiabada cascão.

 
 
Arquivo - Ivan
Leia as colunas anteriores escritas por Ivan Lessa.
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade