BBC Online Network Fale com a gente

O Mundo Hoje
Especial
BBC e Você
Ivan Lessa
Sobre a BBC
Aprenda inglês

BBC Rádio
Programação
De Olho no Mundo
Como sintonizar

 

 

 

 

 

 

 

30 de junho, 2000 Publicado às 18h58 GMT

Inglaterra fica "irritada" com possibilidade de perder Copa

Alec McGivann diz que está "irritado"

O chefe do comitê para a candidatura da Inglaterra à Copa do Mundo de 2006, Alec McGivann, criticou a posição da Fifa que qualificou o país em posição inferior à África do Sul e à Alemanha na disputa pela vaga de sede da competição.

"Nós estamos com muita raiva, e todo o mundo do futebol inglês vai ficar com raiva. É incrível como nós pudemos ser colocados em uma categoria mais baixa do que a África do Sul e a Alemanha", disse Alec McGivann à BBC.

"Uma coisa é elogiar os outros países, e nós aceitamos. Mas sugerir que a Inglaterra, depois de investir no desenvolvimento estrutural, não está preparada como os outros dois países é incrível. Nós discutiremos isso com a Fifa."

O anúncio do nome do país-sede da Copa do Mundo de 2006 será feito em Zurique (Suíça), no próximo dia 6.

O Brasil ainda é oficialmente candidato a sediar a Copa, mas acredita-se que o país não tem nenhuma chance.

Decisão final

O relatório preparado pela Fifa analisando as condições dos países candidatos está sendo enviado para os 24 membros do comitê executivo, que se reunirá em Zurique para tomar a decisão final.

Alec McGivann disse saber que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, é favorável a escolha da África do Sul como sede da Copa do Mundo de 2006.

"Nós sabemos que o presidente da Fifa está apoiando a África do Sul", disse o inglês.

O chefe do comitê admite, no entanto, que os problemas causados pelos hooligans ingleses durante a Eurocopa também prejudicaram a imagem da Inglaterra.

 

 

Leia também

A situação no Brasil

Desvendando o DNA

    para cima    
© BBC World Service
Bush House, Strand, London WC2B 4PH, UK.
Notícias e áudio em 43 línguas