BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 29 de novembro, 2004 - 09h02 GMT (07h02 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Mãe apaixonada sorrindo
 
Ivan Lessa
É a mãe. Isso aí, parece que a coisa engrossou. No entanto, trata-se exatamente do contrário.

O British Council, quer dizer, o Conselho Britânico, para comemorar seus 70 anos de existência, fez realizar, em 46 países, uma sondagem destinada a apurar, entre aqueles que estão aprendendo inglês, quais, para eles, as 70 palavras mais bonitas do idioma de Shakespeare, para cunhar uma expressão.

Cerca de 35 mil pessoas registraram pela internet suas palavras favoritas.

Lembro e friso que essa gente toda mora e vive em país onde o idioma de etc. e tal não é a língua oficial. Não sei dizer se os brasileiros votaram ou não, mas acho pouco provável: inglês é uma língua que todo brasileiro fala, nem precisa aprender – feito português, né mesmo?

Dupla liberdade

Ao que interessa: dou em tradução esmerada as dez primeiras mais belas palavras, segundo estudantes do mundo inteiro: mãe, paixão, sorriso, amor, eternidade, fantástico, destino, liberdade, liberdade e tranquilidade.

De cara, explico a dupla presença de liberdade. Não se trata de grito de socorro cifrado ou decisão política. Apenas que, em oitavo lugar, está "freedom" e, em nono, "liberty".

Para ser franco, nunca entendi a diferença entre uma e outra coisa. Em inglês. Acho que nós, latinos, simplificamos a coisa: liberdade é uma só e estamos conversados.

Vamos dar uma chegada de perto às três primeiras palavras. Mãe, "mother". O sentimento pode ser tão bonito quanto o verso de Olavo Bilac ou aquela música do Vicente Celestino que o Caetano Veloso regravou há séculos. Mas, em inglês ou português, mãe/mother, cá entre nós, beira perigosamente desaforo e subseqüente sair na mão.

Paixão/passion, ainda passa. Mas acho que andaram votando em perfume ou telenovela, por aí.

Sorriso/smile é vontade de agradar o organizador do certame (boa palavra essa, certame), mas carece de sonoridade melodiosa interessante.

Lá no sexto lugar, o fantástico/fantastic quase me leva a crer que a coisa passou pela programação dominical da Rede Globo.

Do que eu sinto falta mesmo são as palavras gordinhas, cor-de-rosa e de olhinhos azuis: o equivalente em inglês às favoritas de todo brasileiro semi-alfabetizado – coisas como nenúfares (só no plural, no singular é uma desgraça) e seu sinônimo, ninféias.

Para não falar da "palavra-Pelé" das chamadas mais belas da língua portuguesa: nefelibata, é óbvio.

 
 
Arquivo - Ivan
Leia as colunas anteriores escritas por Ivan Lessa.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade