BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 10 de julho, 2006 - 00h33 GMT (21h33 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Materazzi 'deve ter xingado a mãe de Zidane', diz Tapie
 

 
 
Zidane
Zidane foi expulso já na prorrogação
O empresário Bernard Tapie, que diz conhecer bem Zidane, declarou na TV francesa após a derrota da França para a Itália que Materazzi deve ter insultado a mãe do craque francês.

"Isso é a única coisa que Zidane não consegue perdoar", disse Tapie, que foi proprietário do clube Olympique de Marseille, cidade onde nasceu Zidane.

É certo que a atitude de Zidane, que foi expulso no segundo tempo da prorrogação após ter dado uma cabeçada no peito do italiano Materazzi, causou uma surpresa geral no país.

O craque é considerado um herói na França, o "símbolo do respeito", como afirmam comentaristas.

E também muita tristeza, sobretudo entre os comentaristas esportivos, por Zidane ter encerrado dessa forma, considerada menos digna, sua extraordinária carreira.

"É uma pena que ele termine desta forma. Mas há momentos em uma partida que o jogador se cansa de ver o juiz fazer vista grossa a certos comportamentos do adversário. Isso não desculpa o gesto de Zidane, mas ele pode ser compreendido", disse o técnico francês, Raymond Domenech.

O motivo

Zidane nem deixou o vestiário para receber sua medalha durante a cerimônia de entrega dos prêmios aos finalistas.

O presidente francês, Jacques Chirac, que assistiu ao jogo em Berlim, elogiou Zidane apósa partida.

"Eu não sei o que aconteceu. Mas Zidane tem toda a minha estima. Ele representa os mais belos valores do esporte e as maiores qualidades humanas", disse Chirac.

"Zidane é uma honra para o esporte francês e uma honra para a França", disse o presidente.

Mas apesar dos elogios de Chirac e das imagens de agradecimento ao craque no Arco do Triunfo, predominam os comentários de decepção na imprensa francesa em relação à atitude de Zidane durante o jogo.

A imagem de Zidane ficou abalada, mesmo se ninguém ousa contestar que ele é um maiores jogadores da história do futebol francês e também mundial.

"Fim de carreira sem briho para Zidane, estupidamente expulso", diz uma rádio francesa de informações.

"Por que ele fez isso? Não, não, é terrível", disseram os comentaristas incrédulos no momento em que a TV mostrava as imagens da cabeçada de Zidane no peito do italiano.

O jornal L”Équipe desta segunda-feira publica uma página sobre o assunto, apesar de os motivos que levaram o craque a agredir Materazzi ainda não serem conhecidos.

Debates

Os comentaristas esportivos franceses disseram que os bleus dominaram três quartos do jogo e que a vitória era merecida.

Mas mesmo se muitos já se dizem contentes com o fato de que a equipe tenham chegado à final, o técnico Raymond Domenech está longe de ver a situação dessa forma.

Domenech não participará do desfile da seleção francesa na Champs-Elysées previsto nesta segunda-feira. Os bleus também irão almoçar no Palácio do Elysée com o presidente Chirac.

"Deve ser uma coisa de francês ficar satisfeito com a derrota. Eu não posso ficar feliz apenas por ser finalista. O balanço desse jogo é que deveríamos ter ganho", disse o técnico.

Domenech reconhece que a França teve um bom desempenho.

"Mas os italianos são os campeões. E isso é o que importa", disse ele.

Como afirmou Liliam Thuram após o jogo contra Portugal, que garantiu a vaga na final, "como todo sonho, ele deve terminar bem. Caso contrário, vira um pesadelo".

Para muitos torcedores franceses foi o que aconteceu. E para Zidane, cuja atitude nesta final será objeto de intensos debates na França durante os próximos dias, o pesadelo irá certamente continuar.

Tristeza

A imagem de Thuram chorando inconsolável após a derrota nos pênalties para a Itália na final do Copa do Mundo ilustrou a imensa decepção dos torcedores franceses.

Eles eram 87% a acreditarem que a França seria campeã pela segunda vez, após 98, segundo uma pesquisa publicada pelo jornal esportivo L’Équipe deste domingo.

Os milhares de franceses que assistiam à partida na avenida Champs-Elysées, em Paris, deram gritos de desespero após o fim do jogo.

Muitos deles decidiram voltar para casa logo após o término da partida, mas a avenida ainda permanece lotada nesta noite e alguns incidentes entre torcedores descontentes já foram registrados.

Se na Champs-Elysées ainda há um certo clima de celebração, as principais praças e avenidas de outras grandes cidades da França, estão praticamente vazias nesta noite.

Apesar da grande decepção, prevalece para muitos a idéia de que esta equipe conseguiu realizar uma façanha.

Comentaristas esportivos e a imprensa martelam a mensagem merci les bleus de agradecimento à equipe, que começou a Copa da Alemanha totalmente inexpressiva e desacreditada e conseguiu chegar à final.

No Arco do Triunfo, um dos monumentos mais famosos da França, na Champs-Elysées, são projetadas nesta noite mensagens de agradecimento à seleção francesa como também imagens dos jogadores.

Entre eles, claro, a de Zidane, com a mensagem "Zizou nós te amamos".

 
 
Replay VirtualCopa Virtual
Reveja em detalhes todos os gols das oitavas-de-final.
 
 
Copa do MundoCopa do Mundo
Reportagens, vídeos e áudios da BBC Brasil.
 
 
Replay VirtualReplay Virtual
Você controla o replay dos gols.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
"Efeito Klinsmann" muda a Alemanha
07 julho, 2006 | BBC Report
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade