Escritor procura professora que transformou sua vida 40 anos atrás

Chris Young
Image caption Escritor procura professora que o ajudou após a morte de sua mãe e o colocou entre os melhores alunos | Foto: Chris Young

Um escritor está tentando rastrear o paradeiro da professora de inglês que o ajudou a se recuperar da morte da mãe e após seu pai, alcoólatra, não saber lidar com a situação.

Chris Young apelou ao Twitter para tentar encontrar Lynn Ward, que deu aulas para ele no Lodge Park School, na cidade de Corby, na Inglaterra, em 1978.

Ele tuitou: "Eu fiquei entre os piores alunos em inglês na escola. Minha #EnglishTeacher (professora de inglês) dona Ward me tirou daquele fosso".

A mensagem foi compartilhada e retuitada mais de 30 mil vezes.

Image caption Escritor deseja que sua ex-professora de inglês vá ao lançamento de seu livro | Foto: Chris Young

Young tinha 12 anos quando sua mãe morreu e 13 quando Ward "me tratou como uma estrela do rock, amou o que escrevi e me fez falar na frente da classe".

"Eu fui de um dos piores a quarto melhor no fim do ano, então foi uma evolução enorme", disse ele.

Ex-assistente social em Edimburgo, na Escócia, o escritor agora é ativista de saúde mental em Ilmington, na Inglaterra.

Image caption Escola onde Chris Young teve aulas com a professora que procura | Foto: Reprodução/Google Street View

Ele publicou recentemente seu primeiro livro e gostaria que a professora participasse do lançamento em Edimburgo, no dia 1º de fevereiro.

Ajuda

Em sua busca, Young entrou em contato com outro professor de inglês de sua infância, Brian Mutch, que deu aula a ele no ano seguinte.

Mutch está em contato com um ex-colega, que pode ajudar a descobrir onde está Ward.

Image caption Chris Young fez apelo no Twitter para encontrar Ward | Foto: Reprodução/Twitter

A escola, agora chamada Lodge Park Academy, retuitou o apelo e uma série de depoimentos semelhantes.

"É maravilhoso quando os professores recebem o reconhecimento que merecem por ter um impacto duradouro na vida dos jovens", disse o atual diretor, Leo Gilbert.

Segundo Young, um dos melhores resultados de seu apelo na rede social foi ver o compartilhamento de "memórias da dona Ward".

"Uma mulher até chegou a entrar em contato com a 'dona Ward' dela", contou.

Notícias relacionadas