Taiwan condena à prisão perpétua general acusado de espionar para China

Um general de brigada taiwanês foi condenado à prisão perpétua por espionar para a China, em um episódio considerado uma das mais graves violações na segurança de Taiwan das últimas décadas.

Lo Hsien-che era acusado em um tribunal militar de passar informações para a China quando atuava como adido militar na Tailândia - pelo serviço de espionagem, ele teria recebido milhares de dólares como pagamento.

De acordo com a imprensa local, o general teria revelado detalhes sobre uma importante rede de comunicações militar que estava sendo desenvolvida entre Taiwan e os Estados Unidos.