Dólar cai a R$ 1,53, menor cotação em 12 anos

Em meio a incertezas sobre a dívida pública americana, o dólar voltou a cair nesta terça-feira, para R$ 1,53, seu menor patamar em 12 anos.

Na mínima do dia, segundo a agência Reuters, a moeda americana chegou a bater em R$ 1,5284. O dólar também registou baixa perante a cotação de outras moedas estrangeiras.

Ainda assim, esforços do Banco Central, que fez quatro leilões de compra de dólares, ajudaram a evitar uma queda ainda maior do dólar no Brasil.

Os EUA têm até 2 de agosto para chegar a um acordo sobre a elevação do teto de sua dívida, que alcançou seu limite legal. Porém, divergências entre republicanos e democratas em relação a cortes no orçamento têm impedido a votação do tema no Congresso.

Se passar de 2 de agosto, o impasse pode levar à moratória.

Na última segunda-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que “não gosta nem de pensar” nos efeitos de um eventual calote. “Seria uma insensatez enorme. (...) Mas eu não acredito que isso vá acontecer. Vai prevalecer o consenso”, afirmou.

O ministro brasileiro também disse que anunciará em breve novas políticas para conter a valorização do real.