Mãe acusada de matar filhos não consegue dizer os nomes das crianças

Uma mãe acusada de matar dois de seus filhos não consegue pronunciar o nome das crianças, segundo fontes jurídicas.

Fiona Donnison, de 45 anos, se refere a Harry, de 3 anos, e Elise Donnison, de 2, como "meus filhos mais novos", de acordo com psiquiatras.

Os corpos das crianças foram achados em bolsas de ginástica na mala do caro de Fiona, perto da casa da família, em East Sussex, Inglaterra.

Fiona nega ter sido a autora do crime.

A promotoria afirma que Fiona matou os filhos para ferir o pai das crianças, Paul Donnison, de 48 anos, após o divórcio do casal.

"Ela não conseguia dizer os nomes de Harry e Elise", disse Mari Harty, psiquiatra que cuida do caso.