Empresas brasileiras perderam 11,1% do valor entre janeiro e julho

As empresas brasileiras de capital aberto perderam R$ 262,8 bilhões de valor de mercado nos primeiros sete meses do ano, segundo um levantamento realizado pela consultoria Economática.

Segundo a análise da consultoria com as 303 empresas brasileiras de capital aberto, o setor de siderurgia e metalurgia foi o mais afetado, com uma perda de 29,8% no valor de mercado. As 20 empresas do setor com ações negociadas na Bovespa tiveram seu valor total reduzido de R$ 98,5 bilhões para R$ 69,2 bilhões no período.

Em valor nominal, o setor bancário foi o que verificou a maior perda, com uma queda de R$ 82,3 bilhões no valor total de 22 empresas, equivalente a uma queda de 17,3% no período.

A Petrobras foi a empresa com a maior queda nominal de valor no período, com uma redução de R$ 53,9 bilhões.

No conjunto, as 303 empresas brasileiras analisadas perderam 11,1% de seu valor entre janeiro e julho, com uma queda de US$ 2,38 trilhões para R$ 2,11 trilhões.