Senado dos EUA se prepara para votar acordo sobre a dívida

O Senado dos Estados Unidos deve votar nesta terça-feira o polêmico acordo sobre a elevação do teto da dívida americana.

O projeto deve ser aprovado horas antes do fim do prazo limite, antes que os Estados Unidos precisem dar um calote nos credores.

Autoridades afirmam que um calote deste tipo pode provocar graves consequências nas bolsas de valores globais, no bolso do contribuinte americano e até no sistema financeiro internacional.

Na segunda-feira o projeto foi aprovado na Câmara dos Representantes, por 269 votos a favor e 161 contra, depois de uma longa negociação entre democratas e republicanos e várias votações onde várias propostas foram rejeitadas.

O projeto finalmente aprovado, depois de um acordo entre republicanos e democratas, inclui um corte de gastos na ordem de US$ 2,4 trilhões (R$ 3,7 trilhões) nos próximos dez anos e uma elevação do teto da dívida na mesma proporção.

Um correspondente da BBC em Washington afirma que a votação foi uma vitória para os republicanos, obrigando o presidente Barack Obama a concordar com um plano que seu partido não gosta.