Campanha de vigilância sanitária na China prende 2 mil e fecha 5 mil estabelecimentos

As autoridades da China informaram que prenderam 2 mil pessoas e fecharam cerca de 5 mil estabelecimentos em uma grande campanha de segurança alimentar iniciada em abril.

A Comissão de Segurança Alimentar disse que cerca de 6 milhões de estabelecimentos foram fiscalizados e muitos locais de produção e estocagem de alimentos foram fechados, acusados de adicionar substâncias ilegais nos alimentos.

O correspondente da BBC em Pequim afirmou que a campanha da Comissão de Segurança Alimentar ocorreu depois de uma série de problemas no setor em toda a China que diminuíram a confiança do público nas autoridades.

Em 2008 pelo menos seis bebês morreram e dezenas de milhares ficaram doentes quando o a substância química melamina foi adicionada ao leite em pó.