Paul McCartney diz que pode ter sido vítima de escutas ilegais

O ex-beatle Paul McCartney disse a jornalistas americanos que "aparentemente" foi uma das vítimas de escutas telefônicas ilegais e que irá à polícia para buscar esclarecimentos.

A afirmação ocorre um dia depois que a ex-mulher de McCartney, Heather Mills, disse que um jornalista do grupo de mídia Mirror Group admitiu ter interceptado mensagens de voz deixadas pelo músico em seu telefone celular.

McCartney disse que espera ter mais informações a respeito do caso depois que terminar a turnê que realiza atualmente nos Estados Unidos.

Falando a jornalistas em Cincinnati (Estado de Ohio), o músico descreveu as escutas ilegais como uma "horrível violação de privacidade".