Governo da Síria matou mais de 2 mil pessoas, dizem EUA

O governo da Síria foi responsável pela morte de mais de 2 mil pessoas, por conta da repressão violenta contra protestos populares, segundo a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

Os comentários de Hillary foram feitos pouco após denúncias de que mais de 140 pessoas foram mortos nos últimos dias durante a mais recente leva de manifestações.

A dura repressão promovida pelo governo do presidente Bashar al-Assad foi recentemente condenada pelo Conselho de Segurança da ONU e senadores americanos apresentaram um projeto de lei propondo sançõse contra o país.

No início da semana, Hillary se reuniu com representantes da oposição síria, após ter afirmado que o regime de Assad perdeu legitimidade.