Exército sírio começou a se retirar de Hama, informa TV estatal

Unidades do exército sírio começaram nesta segunda-feira a se retirar da cidade de Hama, segundo informou a televisão estatal do país.

A emissora afirma que os militares completaram a sua missão na localidade, com a vida cotidiana voltando aos poucos à sua normalidade.

Palco de protestos contra o presidente Bashar Al-Assad, Hama ficou sitiada por vários dias, em um cerco que pode ter deixado mais de cem pessoas mortas, de acordo com entidades de defesa dos direitos humanos.

Relatos indicam que o exército sírio está agora aumentando a pressão sobre a cidade de Deir al-Zour, no leste do país.

Bashar Al-Assad determinou ainda a troca do ministro da Defesa, com o chefe do Estado-Maior, general Dawud Rajha, substituindo o general Ali Habib.