ONU envia 1º avião com suprimentos para a Somália em 5 anos

A Agência de Refugiados das Nações Unidas enviou, nesta sexta-feira, um avião com artigos de necessidade básica para as vítimas da fome na capital da Somália, Mogadishu. É o primeiro envio por via aérea da agência para a capital somali em cinco anos.

Mas segundo o correspondente da BBC no leste da África, Will Ross, distribuir os artigos na cidade - que incluem 31 toneladas de folhas de plástico, cobertores e colchões - é mais difícil do que enviá-los até lá, por causa da ação de milícias locais.

Na última semana, uma milícia pró-governo saqueou um acampamento e roubou toda a comida disponível.

O grupo rebelde islâmico al-Shabaab, cujo confronto com o governo prejudicou a chegada da ajuda humanitária à capital, anunciou que deixou a cidade, mas continua patrulhando áreas ao norte, o que dificulta as entregas de comida e suprimentos para a população.

De acordo com a ONU, cerca de 640 mil crianças sofrem atualmente de desnutrição severa na Somália e 3,2 milhões de pessoas necessitam de assistência imediata.