Empresa recolhe 55 trens-bala na China por segurança

Uma empresa estatal chinesa disse nesta sexta-feira estar recolhendo 55 trens de alta velocidade usados na linha Pequim-Xangai, por motivos de segurança.

A medida foi anunciada um dia após o governo suspender a aprovação de novas linhas ferroviárias de alta velocidade. Uma colisão entre dois trens-bala no país, ocorrida no mês passado, levou o país a rever seus procedimentos de segurança.

O acidente que matou ao menos 40 passageiros causou revolta na China, com muitos no país acusando o governo de colocar os lucros à frente da segurança.

As linhas de trens de alta velocidade são consideradas um símbolo do prestígio nacional, mas críticos dizem que elas vêm sendo construídas muito rapidamente.