Presidente de Malawi acusa governos europeus de tramar sua queda

O presidente de Malawi, Bingu wa Mutharika, acusou governos europeus de tramar, junto da oposição do país, a derrubada de seu governo.

Em um pronunciamento à nação, Mutharika disse que "elementos estrangeiros" financiaram a oposição para forçar uma mudança inconstitucional no país africano.

No entanto, o presidente não ofereceu provas de suas alegações. O pronunciamento ocorreu antes de protestos contrários ao governo, marcados para a próxima semana.

Diversos países ocidentais suspenderam a ajuda a Malawi depois que 20 manifestantes de oposição foram mortos pela polícia, em julho.