Série de ataques deixa mortos no sul de Israel

Homens armados atacaram nesta quinta-feira dois ônibus civis israelenses que viajavam em direção ao sul de Israel, perto da fronteira com o Egito, deixando mortos, segundo agências de notícias.

De acordo com as agências AP e AFP, que também citam a rádio pública israelense, dois homens armados abriram fogo contra um ônibus que viajava para a cidade de Eilat.

Um segundo ataque a tiros teria sido realizado contra outro ônibus israelense.

Soldados israelenses trocaram tiros com os supostos autores dos ataques.

O jornal Haaretz fala em "dezenas de feridos" e afirma que, além dos dois ataques a tiro, morteiros foram lançados em território israelense a partir do Egito.

A rádio pública de Israel noticiou ainda uma explosão na cidade de Beersheba, também no sul do país.

Correspondentes avaliam que as emboscadas devem elevar a preocupação israelense com a segurança na região da fronteira egípcia.

O incidente também deve preocupar as autoridades no Cairo, que temem perder o controle da região no Deserto do Sinai, após a queda do governo autocrata de Hosni Mubarak, no início deste ano.