Secretário-geral da ONU diz que continuidade de operação militar na Síria é perturbadora

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, afirmou que o fato de o presidente da Síria, Bashar al-Assad, não ter mantido sua palavra sobre as suspensão das operações militares no país é perturbador.

Na semana passada, Assad prometeu a Ban Ki-moon durante uma conversa telefônica que as operações seriam suspensas.

A Síria continua com as operações para esmagar os protestos contra o governo em todo o país.

O Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos informou que o número de pessoas mortas na Síria aumentou para 2,2 mil.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU realiza nesta segunda-feira uma reunião de emergência para discutir a situação da Síria e deve pedir uma investigação completa da violência do governo sírio contra os manifestantes.