Obama diz que situação na Líbia ainda é incerta e que batalha não acabou

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira que a situação na Líbia ainda é incerta e que a batalha ainda não acabou, mas que está claro que o regime de Muamar Khadafi “está chegando ao fim e que o líder líbio deve abandonar o poder e, assim, evitar maior derramamento de sangue.

Em um pronunciamento em áudio, transmitido ao vivo pela TV, Obama – que está em férias no balneário de Martha´s Vineyard – disse que os Estados Unidos serão um “amigo e parceiro” do povo da Líbia e irão fornecer ajuda humanitária.

O presidente americano elogiou a coragem do povo líbio e disse que a oposição deve garantir uma transição pacífica, inclusiva e justa.

Obama também elogiou a atuação das forças americanas e da aliança militar liderada pela Otan.