Chávez assina decreto que nacionaliza exploração de ouro venezuelana

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, assinou nesta terça-feira um decreto que nacionaliza a indústria de mineração de ouro do país, dando ao Estado o controle total da produção do metal.

Em um discurso transmitido pela TV, Chávez anunciou ainda que a repatriação de US$ 11 bilhões em reservas de ouro venezuelanas, hoje depositadas em bancos americanos e europeus, começará dentro de algumas semanas.

O presidente afirmou que o ouro não será usado para pagar a dívida do país, ou para seu uso pessoal, mas para aumentar as reservas do Banco Central.

A Venezuela tem uma das maiores reservas de ouro do continente americano, mas não é um grande produtor do metal.

O governo de Chávez já nacionalizou uma série de atividades econômicas que estavam nas mãos da iniciativa privada, como metalúrgicas, indústrias petrolíferas e bancos.