Julgamento de Mubarak é retomado no Egito sem presença de TVs

O líder deposto do Egito, Hosni Mubarak, compareceu nesta segunda-feira a um tribunal na capital egípcia, Cairo, onde seu julgamento foi retomado por acusações de ter ordenado a morte de milhares de manifestantes no começo deste ano.

Os protestos populares provocaram a queda do ex-líder egípcio em fevereiro deste ano.

Nesta segunda-feira, policiais enfrentaram tanto correligionários como opositores de Mubarak, que se enfrentaram do lado de fora do tribunal, como já haviam feito no início do julgamento.

Imagens de TV do início do julgamento no mês passado, mostraram Mubarak chegar ao tribunal de maca e responder às perguntas da promotoria de dentro de uma jaula, ao lado dos dois filhos.

Mas o juiz que comanda o procedimento judicial proibiu a presença das câmeras nessa nova fase.

Se considerado culpado, Mubarak poderá ser condenado à morte.