Africanos negros estão fugindo da Líbia, diz entidade

A Organização Internacional para a Migração (OIM) afirma que centenas de africanos de cor negra estão fugindo da Líbia todo dia, por medo de ataques motivados pelo racismo.

A OIM diz que até 300 pessoas estariam cruzando diariamente a fronteira com Níger.

A chefe da entidade em Níger, Abibatou Wane, afirma que o problema piorou muito desde que o Conselho Nacional de Transição (CNT), contrário ao coronel Muamar Khadafi, assumiu o controle da maior parte do território líbio.

Wane diz que todos os africanos de cor negra vivendo na Líbia estão em risco, já que Khadafi recrutou mercenários negros para tentar ajudá-lo a sobreviver.