Enviado dos EUA à Líbia promete apoio ao novo governo

O enviado americano à Líbia, que é o mais alto oficial americano a visitar Trípoli desde que o coronel Muamar Khadafi foi deposto, prometeu a autoridades que os Estados Unidos apoiarão o governo interino na construção de um país democrático.

O oficial, Jeffrey Feltman, disse que os Estados Unidos sempre reconhecerão a soberania líbia e que qualquer parceria entre os dois países será guiada pelo que as autoridades locais julgarem necessário.

Feltman, que é secretário assistente do Departamento de Estado americano para Assuntos do Oriente Próximo (que inclui países do Oriente Médio e do norte da África), disse que o país não está envolvido na caça ao coronel Khadafi, já que isso não faz parte da missão da Otan de proteger os civis.

Depois de um encontro com o chefe do Conselho Nacional de Transição líbio, Mustafa Abdul Jalil, o enviado americano afirmou que as autoridades interinas começaram a integrar as brigadas revolucionárias em uma só autoridade civil.