ONU reconhece representatividade de opositores de Khadafi

A ONU reconheceu nesta sexta-feira o Conselho Nacional de Transição, que governa a Líbia interinamente, como representante legítimo do país na Assembleia Geral das Nações Unidas, na semana que vem.

O reconhecimento foi obtido por 114 votos a 17, a despeito da oposição de parte dos países da América Latina e da África, e permitirá que o presidente do CNT, Mustafa Abdul-Jalil, participe da assembleia, em Nova York.

A medida é um importante passo do CNT em busca por legitimidade internacional – o conselho é considerado por cerca de 60 países como o governo legítimo da Líbia.

O Brasil, que não reconhece o CNT, dizia esperar o reconhecimento da ONU para apoiar o conselho, criado por opositores do coronel Muamar Khadafi.